Casa das Canecas

O programa está dividido em dois blocos. A ala social da casa está à frente, e configura-se como uma espécie de varanda coberta de grandes dimensões (12m de vão e 3,50m de pé-direito), que se abre para a área externa onde estão piscina, deck e o gramado. O bloco íntimo ao fundo é rebaixado em relação ao social, criando uma variação na volumetria da casa, o que garante um pé-direito mais baixo para a suíte principal e outros dois dormitórios.

A sala é constantemente iluminada e arejada, aberta por portas de vidro que correm em duas direções, e garantem a abertura total do vão.

A escolha dos materiais surgiu naturalmente do partido e processo construtivo adotado.

O concreto se manteve aparente e o tijolo solo-cimento não foi revestido, gerando uma textura alaranjada e reforçando o contraste entre os blocos íntimo e social.

A piscina foi revestida em pastilha preta gerando um efeito de espelho d’ água constante.

A grande coleção de canecas da cliente dá nome ao projeto.

Ficha

Local: Tatuí

Tipo de Construção: Residencial

Área Terreno: 1.085m²

Área Construída: 255m²

Início do Projeto: 2016

Interiores: Hum1

Estrutura: Gama Z

Paisagismo: Hum1

Luminotécnico: Hum1

Intalações Hidráulicas e Elétricas: Ramoska e Castellani

Perspectivas: Ulysses Horta

Fotos: Eduardo Figueiredo

Compartilhar nas Redes

Casa das Canecas

O programa está dividido em dois blocos. A ala social da casa está à frente, e configura-se como uma espécie de varanda coberta de grandes dimensões (12m de vão e 3,50m de pé-direito), que se abre para a área externa onde estão piscina, deck e o gramado. O bloco íntimo ao fundo é rebaixado em relação ao social, criando uma variação na volumetria da casa, o que garante um pé-direito mais baixo para a suíte principal e outros dois dormitórios.

A sala é constantemente iluminada e arejada, aberta por portas de vidro que correm em duas direções, e garantem a abertura total do vão.

A escolha dos materiais surgiu naturalmente do partido e processo construtivo adotado.

O concreto se manteve aparente e o tijolo solo-cimento não foi revestido, gerando uma textura alaranjada e reforçando o contraste entre os blocos íntimo e social.

A piscina foi revestida em pastilha preta gerando um efeito de espelho d’ água constante.

A grande coleção de canecas da cliente dá nome ao projeto.

Ficha

Local: Tatuí

Tipo de Construção: Residencial

Área Terreno: 1.085m²

Área Construída: 255m²

Início do Projeto: 2016

Interiores: Hum1

Estrutura: Gama Z

Paisagismo: Hum1

Luminotécnico: Hum1

Intalações Hidráulicas e Elétricas: Ramoska e Castellani

Perspectivas: Ulysses Horta

Fotos: Eduardo Figueiredo

Compartilhar nas Redes